Legisladora enfatiza passagem de data

Vereadora Maria Helena Duarte

A vereadora Maria Helena Duarte (PDT) fez menção à passagem do dia 23 de setembro, dia Internacional Contra a Exploração Sexual e o Tráfico de Mulheres e Crianças, e estima que cerca de 30% dos assassinatos de brasileiras fora do País estejam relacionados ao tráfico internacional de pessoas, alguns mascarados pelas organizações criminosas, como homicídios provocados por seus companheiros ou suicídios. A legisladora destaca que, em 2010, mais de 70 inquéritos para investigar o tráfico de pessoas foram abertos. E, mesmo que não se tenham estimativas nacionais, reconhece-se que mulheres e meninas são as maiores vítimas deste abuso. Ainda no caso da exploração das meninas menores de 18 anos no Brasil, a oferta de dinheiro à própria menor, ou a terceiros, em troca de favores sexuais, está muito vinculada à atividade de turismo. A vereadora Maria Helena enfatiza tristemente que está internalizado nesta situação um forte fator cultural, advindo da nossa história, que nos fez calar por anos: nos tempos de Brasil colônia, às mulheres escravas e libertas, inicialmente, somente se autorizava o trabalho “não oficial”, acumulando a jornada de trabalho de casa à prostituição. “Não podemos mais permanecer silentes face a esta revoltante prática. A luta por melhores condições de trabalho no Brasil, em idênticas condições às do homem, associada à da educação de qualidade são as bandeiras que delimitam e reduzem em muito a possibilidade de ação destes grupos criminosos de tráfico de pessoas e de aliciamento infantil”, finalizou.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.