Livramento recebe Detran/RS para reunião sobre Balada Segura

Objetivo é sensibilizar a comunidade santanense para criação de comitê municipal

Reunião contou com a presença de diversos membros da comunidade, bem como autoridades

Ontem, 3, no Instituto Federal Sul-rio-grandense, o Detran/RS promoveu uma atividade de sensibilização como complemento à Operação Balada Segura, com uma capacitação da comunidade e seus órgãos representativos, que deverão participar da criação do Comitê Municipal do Balada Segura, nos eixos da educação, fiscalização, sensibilização e comunicação.

“Estamos passando as informações para que a comunidade se aproprie do que acontece no trânsito e da importância do trabalho conjunto, pois, como o trânsito é uma responsabilidade de todos, não são só os órgãos de segurança os responsáveis pelo trânsito. Então, queremos chamar a comunidade para que ela participe da discussão do trânsito e, principalmente, das atividades educativas, porque a nossa finalidade é mudar o comportamento no trânsito, e o envolvimento da comunidade é importante exatamente para isso”, destacou Adelto Rohr, coordenador da Operação Balada Segura.

Participaram da reunião as escolas municipais, conselhos regionais de educação, Sindilojas, Rotarys, Secretaria de Trânsito, Conselho Tutelar, Exército, além de toda a comunidade organizada. 

Em entrevista, Adelto Rohr explicou como será feita a criação do comitê e os principais pontos acerca da operação apresentados à comunidade.

Adelto Rohr, coordenador do Balada Segura

A Plateia: Quais informações foram repassadas no encontro?
Rohr: Trouxemos dados estatísticos da acidentalidade no Estado, os dias e horários em que acontecem mais acidentes, por que são provocados estes acidentes, o que pode acontecer após um acidente, a gravidade deles, como se pode trabalhar para que isso não aconteça e a importância do cumprimento das regras do Código de Trânsito Brasileiro. Temos, atualmente, uma discussão em que as pessoas entendem o processo de fiscalização como um ato meramente punitivo. O que está sendo cobrado no Código de Trânsito Brasileiro, pela fiscalização de trânsito, na verdade, são as regras a serem cumpridas para a segurança das pessoas, e é isso que estamos trazendo para toda a comunidade, para que ela se enxergue, em um processo educativo e comportamental. 

A Plateia: Como se dará a criação do Comitê Municipal da Balada Segura?
Rohr: O comitê vai ensejar a discussão dentro da cidade, para que possamos efetivamente envolver mais a comunidade. Inclusive, pessoas avulsas poderão participar do comitê, pois aceitamos a contribuição espontânea de todos. Se o trânsito é uma responsabilidade de todos, cada um tem um pouco para contribuir. E o importante é que se possa, com esse pouquinho, somar nas ações mais elaboradas para ter um trânsito melhor.

A Plateia: Existe previsão para a constituição do comitê?
Rohr: O Comitê será criado no dia do lançamento da Operação Balada Segura, e essa data depende de conciliarmos as agendas do Prefeito Municipal, do Presidente do Detran, do Secretário do Estado e do vice-governador, que é o coordenador do Comitê Estadual da Mobilização pela Segurança no Trânsito. Então, fazemos um esforço grande para que possamos, inclusive, trazê-lo para a cidade, e fazer um grande evento de constituição e implantação do Balada Segura e a criação do comitê, para que a cidade possa, efetivamente, nesse dia, discutir o trânsito, empolgar-se, para que tenhamos muito trabalho pela frente, no sentido de reduzir as mortes.

 

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.