Livramento promove atividade em defesa da filantropia na Ascar-RS

Ontem, foi a vez de Sant’Ana do Livramento – juntamente com 19 municípios que compõem a região administrativa de Bagé da Emater/RS-Ascar – promover atividades voltadas à assinatura do abaixo-assinado em defesa da filantropia da Associação Sulina de Crédito e Assistência Rural (Ascar). O objetivo foi garantir a prestação de serviços gratuitos de Assistência Técnica e Extensão Rural e Social a agricultores e pecuaristas familiares, quilombolas, indígenas e pescadores. O ato aconteceu na esquina da Sala Cultural, entre as ruas Duque de Caxias e Andradas, das 10h às 16h.
No município, a equipe da Emater/RS-Ascar – composta por quatro extensionistas e uma assistente administrativa – presta assistência a diversas áreas, como bovinocultura de leite, pecuária familiar, públicos específicos – quilombolas, Banco da Terra, Programa Nacional de Crédito Fundiário e Programa Minha Terra –, organização rural, segurança e soberania alimentar.
No Rio Grande do Sul, nos últimos dois anos, a Emater/RS-Ascar prestou mais de 2,5 milhões de atendimentos a famílias rurais. Já os serviços de assistência técnica e social beneficiaram cerca de 220 mil famílias, além de mais de 90 mil projetos de crédito, possibilitando o acesso a R$ 2,1 bilhões aos assistidos.

Ação Popular

Mais de 60 pessoas, entre elas ex-governadores, senadores, deputados federais e estaduais, prefeitos e movimentos sociais gaúchos ajuizaram uma ação popular na Justiça Federal em defesa da Ascar. A finalidade é manter o direito à imunidade tributária e ao Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (Cebas/Filantropia), que a Ascar possui desde 1975. Os abaixo-assinados em defesa da continuidade do trabalho realizado pela Ascar estão disponíveis em todos os escritórios municipais, regionais e no Escritório Central.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.