Torneiras secas

A moradora não conseguiu terminar de lavar as roupas por causa da falta de água durante o dia 

Moradores do Jardim Ipanema ficam mais de 12 horas por dia sem água

Desde que se mudaram para a Rua Silvia Regina Rodrigues Pando, há aproximadamente um ano, os novos moradores do bairro Jardim Ipanema vêm passando por um contratempo que afeta toda sua rotina: a falta de água durante grande parte do dia.

Os moradores do Jardim Ipanema sofrem com a falta de água há mais de um ano

“Mesmo sem ocorrer o racionamento na cidade, a partir das 13h, até a meia-noite, ficamos sem o abastecimento de água em casa”, contou a moradora Juliana Costa Couto, que reside há sete meses na localidade e afirma que todos os dias, sem exceção, falta água.

A moradora Terezinha Veleda também compartilha do mesmo problema: “Acabamos dormindo e não vemos a água voltar, só sabemos que vem durante a madrugada, após a meia-noite”, contou. 

Rotina 

A falta de abastecimento de água afeta diretamente a rotina dos moradores do Jardim Ipanema. Segundo Juliana, lavar roupas virou tarefa da madrugada: “Antes de dormir, coloco um pouco de roupa para lavar e, durante a madrugada, coloco o celular para despertar para levantar e poder lavar mais roupa”, explicou.

Terezinha Veleda conta que um dos principais problemas enfrentados em sua casa diz respeito à higiene do quintal. “Temos cachorro e não temos água para lavar nosso pátio”, acrescentou. Além disso, Terezinha lembra que não é feito nem um tipo de desconto na conta de água. “Pagamos impostos e a fatura de água. Temos o direito de ter o abastecimento normal, pois nunca nos foi avisado de que havia esse problema nessa localidade”, destacou.

A moradora Zulma Brandim complementou a reclamação de seus vizinhos contando que já telefonaram diversas vezes para o Departamento de Água e Esgoto da cidade, informando o problema, e, no entanto, não foram atendidos.

Juliana Costa Couto é obrigada a armazenar água em baldes para poder utilizar durante o dia

Segundo Juliana Couto, o problema já foi levado à justiça, quando outra moradora moveu uma ação contra a autarquia. “Ela nos contou que acompanhava o andamento do processo pela internet e, certo dia, notou que ele constava como ‘concluído’. Ela estranhou, procurou se informar, e disseram a ela que o DAE havia enviado um ofício, informando que o problema havia sido solucionado com a substituição de uma bomba defeituosa. No entanto, a falta de água continuou”, contou. 

Contraponto 

Procurado pela reportagem de A Plateia, o diretor operacional do Departamento de Água e Esgoto, Manuel da Costa, disse que já foi encaminhada, na manhã de ontem, uma equipe para resolver o problema no local. “Tinha uma bomba estragada lá, mas que já está sendo consertada. Também vamos colocar uma bomba nova, próximo à Escola Vitéllio Gazapina, para que a água possa chegar até o local mais alto do Jardim Ipanema. Dependemos também da energia elétrica para energizar o local e iniciar o funcionamento dessa nova bomba”, informou. Segundo ele, o problema será resolvido em aproximadamente 10 dias.

 

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.