Após briga na Arena, não haverá mais distribuição de ingressos para a Geral

Brigada Militar teve de intervir durante a briga protagonizada na inauguração da Arena

O Grêmio não distribuirá mais ingressos para a Geral, torcida responsável pela tradicional avalanche. A medida vem um dia após o jornal “Zero Hora” divulgar que o número 2 na hierarquia da maior organizada do clube, Cristiano Roballo Brum, o Zóio, foi o principal responsável pela briga ocorrida na inauguração da Arena, no último dia 8, no amistoso entre Grêmio e Hamburgo, da Alemanha. 

Segundo Nestor Hein, vice-presidente do Conselho de Administração do Grêmio, o fato de o Grêmio administrar a Arena em parceria com a OAS, através da Arena Porto-Alegrense, foi determinante para essa mudança.

- Estamos trabalhando com uma nova lógica. No Olímpico nós éramos os responsáveis pela impressão do ingresso, cuidávamos da administração do estádio. Agora é diferente. Existe uma parceria, uma nova política. Essa questão (distribuir ingressos) está fora de cogitação – disse Nestor. O Grêmio exige uma nova postura da Geral, uma vez que o receio de ver a Arena interditada é muito grande. O clube, em razão das confusões do Gre-Nal da última rodada do Brasileirão, disputado no Olímpico, já perdeu um mando de campo para o seu primeiro jogo válido por uma competição organizada pela CBF.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.