Fiscalização intercepta contrabando de receptores de TV adquiridos no Uruguai

O flagrante ocorreu na BR-290 e a mercadoria estava sem a documentação que comprovasse a regular importação

Com a cotação do Dólar ainda bastante atrativa para os brasileiros, as compras no Uruguai são o principal atrativo para o chamado Turismo de Compra. Apesar desta saudável prática, muitos e muitos comerciantes se aproveitam da Fronteira e tentam incessantemente introduzir mercadorias de forma ilegal no Brasil. As rotas ainda são as mesmas, e operações praticamente permanentes estão montadas ao longo das BR-158, BR-293, BR-290, entre outras, como forma de interceptar e fiscalizar, o contrabando e desca-minho, que ocorrem diariamente nas fronteiras do Brasil com os países vizinhos, principalmente o Uruguai.

Esta semana, mais uma carga inusitada foi apreendida por agentes da Divisão de Repressão ao Contrabando da Receita Federal – DIREP, com apoio da Polícia Rodoviária Federal-PRF. A operação conseguiu apreender na madrugada da última quarta-feira (31 de agosto), após uma denúncia, dois veículos GM/Vectra, que estavam transportando receptores para TV a cabo, trazidos da Fronteira da Paz (Sant’Ana do Livramento e Rivera), sem a documentação que comprovasse a regular importação. A abordagem ocorreu na BR-290, próximo a Guaíba. Os veículos com placas de Porto Alegre/RS transportavam aparelhos de recepção de TV a cabo Lexuzbox. Um dos veículos era “batedor” do outro que transportava a mercadoria.

Os veículos com placas de Porto Alegre/RS transportavam aparelhos de recepção de TV a cabo Lexuzbox. Um dos veículos era "batedor" do outro que transportava a mercadoria

Em uma avaliação preliminar, a mercadoria foi estimada em R$ 10 mil. As mercadorias e os veículos foram encaminhados para um depósito da Receita Federal na região metropolitana. Os dois condutores e os dois passageiros foram liberados após serem identificados.

Capital

Em outra operação, Agentes da Divisão de Repressão ao Contrabando e Descaminho – DIREP – da Receita Federal, em continuação à operação “Faro pro fundo” e com apoio da Polícia Rodoviária Federal, realizaram a retenção de mais um ônibus de turismo. O coletivo transportava grande quantidade de mercadorias estrangeiras sem comprovação de sua regular importação. No veículo estavam apenas 11 passageiros, embora o transportador tenha registrado junto aos órgãos de controle de transporte interestaduais, que viajavam 23 passageiros. Após identificados, os passageiros foram liberados.

O destino das mercadorias seria a grande Porto Alegre/RS. Estima-se que o valor total da apreensão possa chegar a R$ 300 mil entre mercadorias e o veículo retido. O ônibus, junto com as mercadorias, foram encaminhados ao depósito da Receita Federal para os procedimentos cabíveis neste tipo de ilícito.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.