Chimarrão: o companheiro de todas as horas

Além de tradicional, bebida comum entre os gaúchos tem propriedades terapêuticas

Não é raro avistar-se monumentos em homenagem a um dos símbolos da tradição: o chimarrão. Foto: MARCELO PINTO/AP

A erva-mate e, por consequência, o chimarrão, é uma das mais fortes tradições do Rio Grande do Sul. É o símbolo da hospitalidade do gaúcho, que sempre oferece o chimarrão a qualquer visitante. A 1ª Prenda do Estado, Raquel Pinheiro, acredita que o chimarrão, além de ser um elemento sociabilizador, é um elo de harmonia entre as pessoas. “Através da roda de mate, as pessoas conseguem conviver harmoniosamente, desfrutando das propriedades terapêuticas do chimarrão, recebendo amigos com muita hospitalidade, e demonstrando que entre os gaúchos mateadores não há divisão por castas sociais, todos estão em pé de igualdade ao saborearem da mesma bomba, que todos podem, sim, compartilhar do mesmo bem – o mate amargo. Desejo uma ótima roda de mate a todos os gaúchos desta Fronteira Mais Irmã do Mundo”, diz Raquel.

Benefícios

Análises e estudos sobre a erva-mate têm revelado uma composição que identifica diversas propriedades nutritivas, fisiológicas e medicinais no produto, o que lhe confere um grande potencial de aproveitamento. A erva-mate, segundo institutos de pesquisas internacionais, é um tônico estimulante do coração e do sistema nervoso: elimina os estados depressivos, conferindo ao músculo maior capacidade de resistência a fadiga, sem causar efeitos colaterais. Após estudos realizados sobre os efeitos fisiológicos exercidos pela erva-mate, concluiu-se que: O emprego da infusão aumenta as forças musculares, desenvolve as faculdades mentais, tonifica o sistema nervoso, regulariza e regenera as funções do coração e respiração, facilita a digestão e determina uma sensação de bem-estar e vigor no organismo, sem acarretar depressões ou qualquer efeito colateral no organismo, como a insônia, palpitações ou agitações nervosas provocadas por outras bebidas similares. Permite, como bom alimento (natural), que sejam suportadas as fadigas e a fome. 

Particularidades

Já acabou o tempo que existia apenas um tipo de erva-mate. Atualmente, são várias as composições e ingredientes acrescentados a ela, como açúcar e ervas medicinais. Além disso, nas prateleiras do supermercado são encontradas ervas tradicionais, sem açúcar, com açúcar e até mesmo light. Sem explicação na embalagem, supõe-se que a erva-mate light possua teor de açúcar reduzido. Existe também o composto de erva-mate, no qual são agregadas ervas como carqueja, camomila, erva doce, cidreira, hortelã, entre outras. 

Valores

Assim como outros produtos, a erva-mate teve seu valor aumentado cerca de 10% este ano. Nos supermercados da cidade, os pacotes de um quilo do produto tradicional custam cerca de R$5,20. O meio quilo de erva “light” gira em torno de R$2,73 e o composto chega aos R$3,79.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.