Diretora da Escola Pinto da Rocha denuncia violência contra aluno

A violência verificada em algumas escolas vem preocupando pais, alunos e comunidade. Mesmo com as ações constantes da Brigada Militar, através da Patrulha Escolar ou de projetos educacionais e de prevenção, as ocorrências continuam sendo registradas na Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento. Esta semana, a redação recebeu a denúncia de mais um destes casos.

A diretora da Escola Pinto da Rocha, Ana Lya Bicca Ribeiro, informou que recentemente um ex-aluno foi agredido com uma faca ao esperar na frente da escola, que fica localizada no bairro Wilson, por sua namorada, que estuda na escola. “Estamos todos indignados, pois as pessoas que frequentam a escola primam pela ordem e pela segurança. Enquanto isso, desocupados que estão sempre aglomerados nas adjacências, cuidam o momento para criar confusão, insegurança e desordem. Não podemos aceitar nem admitir tal situação”, destacou a diretora.

Ana Lya também destacou que no momento da agressão, vários alunos, inclusive crianças pequenas, estavam saindo, quando o desordeiro resolveu atacar a vítima com uma faca, desrespeitando o ambiente de trabalho, e educação dos demais. “Solicito providências às autoridades competentes e divulgação de tal fato para que não venha ocorrer uma desgraça como já vimos tantas vezes através dos meios de comunicação. A escola conta com o auxílio de um pai voluntário que cuida do portão da escola para garantir a segurança dos alunos, e esse senhor vem sendo desrespeitado pelos desocupados que fazem questão de vir perturbar a ordem da escola. Resolvemos nos pronunciar em público e pedir auxílio das autoridades competentes, pois o perigo que representa um maior de idade golpeando com faca um menor que ali esperava, poderia ter resultado em um grande prejuízo para os inocentes que vêm tranquilamente estudar e correm o risco de serem mortos ou machucados por pessoas irresponsáveis. Estamos tomando todas as medidas legais cabíveis, e ainda mais, pedindo ajuda. Eu, diretora Ana Lya Bicca Ribeiro, já disse algumas vezes e vou repetir: nossa escola tem ordem e segurança e não vou deixar isso passar sem tomar uma atitude. Deixar ocorrer uma desgraça para depois resolver não é inteligente, vamos prevenir e cito aqui o Estatuto (ECA). Nós respeitamos e os demais?”

 

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.