Dia dos Pais antecipa fim da proibição e TIM, Claro e Oi já podem voltar a vender chips

 

Pressionada pelo governo e pelas operadoras, preocupados com os resultados negativos durante a Campanha do Dia dos Pais deste ano, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) antecipou o fim da proibição da venda de chips da TIM, Claro e Oi.

Segundo orientação do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, a suspensão, motivada pelo aumento do número de queixas, entrou em vigor desde o último dia 23 de julho e valeria até o início da próxima semana, ou seja, durante 15 dias. Porém, para ajudar nas vendas de um dos períodos mais lucrativos do ano para o setor, ao lado de Dias das Mães e Natal, a Anatel autorizou as operadoras a habilitar novas linhas a partir desta sexta-feira (3).

Ainda não há informações sobre os prejuízos que a determinação gerou às teles afetadas. Os números serão contabilizados após o 10º dia útil deste mês, que é quando, tradicionalmente, as operadoras atualizam seus dados junto à agência reguladora.

A liberação da venda foi condicionada à apresentação de plano de investimentos, apresentado por todas as operadoras. Os documentos detalham as estratégias para melhoria da qualidade da rede, completamento de chamada e diminuição de interrupção de serviços.

A Vivo, líder do mercado, não foi punida com a suspensão das vendas, mas assim como as outras terá que melhorar os serviços ao consumidor. As teles terão que apresentar relatórios mensais sobre a evolução dos trabalhos.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.