A luta pela acessibilidade

Secretária aguarda há mais de um ano por vaga especial de estacionamento para deficientes

Todo cidadão deve ter seus direitos e deveres garantidos por lei. Porém, no Brasil, todos sabem que esses direitos, muitas vezes, não são assegurados, seja por falta de comprometimento daqueles que deveriam assegurá-los ou da reivindicação de quem precisa e merece obter esses direitos.

A secretária Simone Guedes Mello é uma das poucas cidadãs brasileiras que lutam com unhas e dentes por ter aquilo que precisa e merece que o Estado lhe proporcione.

Simone aguarda há mais de um ano por vaga de estacionamento em frente ao edifício em que reside

Residindo em uma das principais ruas de Livramento, a Rua dos Andradas, Simone passa por grandes transtornos para sair e chegar ao seu apartamento, localizado no Edifício Alvorada. “Aqui nunca tem onde estacionar. A vaga disponibilizada para deficientes está sempre ocupada”, relata Simone. Ela se refere à área destinada ao estacionamento de deficientes físicos, que se encontra praticamente na esquinada Rua dos Andradas com a Rua Vasco Alves e é dividida com o espaço destinado a carga e descarga de mercadorias.

Simone conta que no dia 13 de maio de 2011 fez o pedido à Prefeitura Municipal de que fosse disponibilizada uma vaga especial em frente ao Edifício Alvorada, beneficiando assim ela e outras pessoas que residem no local. “É importante destacar que fomos informados que o pedido havia sido deferido e até a presente data nada foi realizado, no intuito de que fosse disponibilizada a sinalização pertinente à vaga postulada”, coloca Simone.

Cansada de aguardar, Simone procurou os Direitos Humanos, discando 100, e também procurou o Ministério Público, o qual, através do Promotor de Justiça, Marcelo Gonzaga respondeu o seguinte: “Conforme informado pela Prefeitura Municipal em 23 de maio deste ano, é tecnicamente viável o atendimento de sua solicitação, sendo que o prazo previsto para a respectiva instalação da vaga, no âmbito de plano de adequação geral do espaço viário e sua sinalização, com início na área central da cidade, é até o fim do mês de julho do corrente ano”.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.