Obra continua, mas é momento de aguardo sobre restauro da Estação

Trabalho nas dependências da estação ferroviária tem continuidade

Ainda não existem informações disponíveis sobre a questão do restauro total da estrutura física da Estação Ferroviária de Sant’Ana do Livramento, mas os trabalhos continuam sendo desenvolvidos.

 

A atividade dos trabalhadores, funcionários de uma construtora, continua centralizada no telhado do prédio, sem, entretanto, qualquer alteração estrutural, buscando reforçar o que existe no espaço físico para evitar que se destrua. Fontes envolvidas no processo afirmam que evoluem gradativamente as negociações entre empresas de porte que poderão concretizar parceria para promover os investimentos, porém, os protagonistas preferem não adiantar absolutamente qualquer detalhe do processo, atribuindo essa decisão à constatação de que seria prematura qualquer manifestação até a definição total.

Um dos elementos que deverá pesar a favor de eventuais projetos de restauro da estrutura física da sede da Estação, é a história, que traz um registro muito favorável: Sant’Ana do Livramento, no ano de 1912, passou a ter a primeira Estação de Trem do Brasil com tráfego internacional fazendo com que os trens pudessem ligar importantes cidades brasileiras como Rio de Janeiro e São Paulo até Montevidéu no Uruguai e dali a Buenos Aires capital da Argentina.

Enquanto ainda não ocorre qualquer anúncio de projetos mais amplos, já foi desenvolvida a primeira etapa de recuperação do telhado da sede da Estação, com o aproveitamento do material original que ainda pudesse ser reaproveitado, sendo realizadas adequações que não distoam do contexto físico. A ideia inicial era promover à restauração até a celebração dos 102 anos da gare central, em outubro deste ano, porém, vale ponderar que ainda não ocorreu qualquer fixação de prazos.

Algumas partes das estruturas cederam com o tempo e servirão como escombro, telhas foram retiradas. Fotos: Jadir Pires/AP

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.