- Jornal A Plateia - http://jornalaplateia.com/aplateia -

Educandário aciona Conselho Tutelar para denunciar violência familiar com alunos

Posted By marcelo On 10 de novembro de 2011 @ 8:12 In Manchete-Destaque,Polícia | No Comments

As vítimas, com 11 e 12 anos de idade, apresentavam marcas pelo rosto e corpo produzidas por um relho

[1]

clique para ampliar

A violência no âmbito familiar parece não ter mais fim, e as ocorrências quem têm como vítimas mulheres, adolescentes e crianças continuam chamando a atenção dos órgãos ligados à Segurança Pública de Livramento.

Na tarde de ontem (09), o Conselho Tutelar foi novamente acionado para atender mais um destes casos. Ao invés de buscarem informações na Delegacia de Polícia, como é de costume, as conselheiras tutelares tiveram que ir até a Escola, onde estudam as vítimas, de 11 e 12 anos de idade.

No educandário, os professores perceberam que havia alguma coisa de errado com os dois irmãos, que se queixavam de dores pelo corpo, tendo a causa sido confirmada mais tarde com a chegada das conselheiras Lízia de Oliveira e Luciana Ramires. Em conversa com a criança, com o adolescente e com professores da Escola, a história de agressão foi revelada e ficou confirmado que os irmãos tinham sido surrados com um relho, pelo próprio pai, de 41 anos de idade.

Segundo as conselheiras, as vítimas apresentavam marcas nas costas, mãos e no rosto. O motivo de tal brutalidade teria sido um cavalo, que os irmãos tinham se comprometido de cuidar. Ao invés de colocarem o animal no campo como de costume, o mesmo foi colocado no campo ao lado e escapado para a rua, motivando o castigo aplicado pelo agressor.

O adolescente e a criança foram encaminhados para o Pronto-Atendimento Médico do Hospital Santa Casa, onde foram medicados e liberados para as conselheiras, as quais procuraram a Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA).

Durante o relato dos fatos na delegacia, as conselheiras informaram, ainda, que o agressor é trabalhador rural e que havia saído para trabalhar, na tarde de ontem (09). Segundo as vítimas, as agressões vinham ocorrendo, no mínimo, há dois anos.

Os irmãos moram somente com o pai e madrasta, já que a mãe deles se encontra em Porto Alegre, onde realiza tratamento médico. Antes de morarem com o agressor, as vítimas moravam com a avó paterna.

Durante o registro de ocorrência policial, por volta das 16h, a criança e o adolescente ainda estavam sob responsabilidade das conselheiras. Elas tomaram conhecimento dos fatos, por volta das 14h, e desde então estavam tentando localizar um parente mais próximo das vítimas, que pudesse se responsabilizar pela guarda temporária dos irmãos agredidos.

Notícias Relacionadas


Article printed from Jornal A Plateia: http://jornalaplateia.com/aplateia

URL to article: http://jornalaplateia.com/aplateia/?p=15230

URLs in this post:

[1] Image: http://jornalaplateia.com/aplateia/wp-content/uploads/2011/11/p20_20111109_grafico-violencia-infantil.jpg

[2] Glauber Lima entrega mochilas na Escola Infantil Arco- Íris: http://jornalaplateia.com/aplateia/?p=128697

[3] Educação fiscal para os alunos do 3º ano fundamental: http://jornalaplateia.com/aplateia/?p=128415

[4] Escola ensina com Copa do Mundo: http://jornalaplateia.com/aplateia/?p=128408

[5] Cofron é Sant’Ana do Livramento nas Missões: http://jornalaplateia.com/aplateia/?p=127503

[6] Escolas da rede municipal de ensino produzem textos para as Olimpíadas de Língua Portuguesa: http://jornalaplateia.com/aplateia/?p=126982

Copyright © 2011 Jornal A Plateia. All rights reserved.