O poder da leitura

A leitura ajuda as pessoas a falar melhor, estimula a opinião e a cada dia tem-se a certeza de que é uma das formas mais fundamentais de conhecimento do mundo 

As tecnologias do mundo moderno fizeram com que as pessoas deixassem a leitura de livros de lado, o que resultou em jovens cada vez mais desinteressados por eles, possuindo vocabulário cada vez mais pobre.

A leitura é algo essencial para a aprendizagem do ser humano, pois é através dela que podemos enriquecer nosso vocabulário, obter conhecimento, dinamizar o raciocínio e a interpretação. Muitas pessoas dizem não ter paciência para ler um livro, no entanto isso acontece por falta de hábito, pois se a leitura o fosse, as pessoas saberiam apreciar uma boa obra literária.

Muitas coisas que se aprendem na escola são esquecidas com o tempo, pois não as praticamos. Através da leitura rotineira, tais conhecimentos se fixariam de forma a não serem esquecidos posteriormente. Dúvidas que temos ao escrever poderiam ser sanadas pelo hábito de ler e talvez nem as teríamos, pois a leitura torna nosso conhecimento mais amplo e diversificado.

Durante a leitura descobrimos um mundo novo, cheio de coisas desconhecidas. O hábito de ler deve ser estimulado na infância, para que o indivíduo aprenda desde pequeno que ler é algo importante e prazeroso, assim ele será um adulto culto, dinâmico e perspicaz. Saber ler e compreender o que os outros dizem, nos difere dos animais irracionais, pois comer, beber e dormir até eles sabem.É a leitura, no entanto, que proporciona a capacidade de interpretação.

Toda escola, particular ou pública, deve fornecer uma educação de qualidade incentivando a leitura, pois dessa forma a população se torna mais informada e crítica.

João Gabriel Monteiro

Eu comecei a ler quando na minha primeira comunhão, uma  amiga da minha vó me deu um livro, Percy jackson e o Ladrão de Raios. Comentando com meus amigos sobre o que tinha ganho e como muitos deles também estavam lendo, me incentivaram a começar. Quando iniciei, não consegui mais parar, por isso tenho essa quantidade de livros. Acho que aprendi muito com a leitura, o português, modo de pensar e hoje até me atrevo em casa a escrever páginas de uma história. É um projeto piloto, mas é gratificante saber o que a gente aprende através das palavras.

 Mariana Simões Pires Martins

Tenho uma adoração pela leitura já faz muito tempo. O que me motiva a ler é que podemos sair um pouco da realidade atual e viver no mundo que queríamos, ou não, mas que nos mostra realidades alternativas, nos provoca uma viagem de pensamentos.  Na minha opinião, os livros são importantes  para desenvolver a criatividade e a escrita, além de ser uma gigantesca fonte de conhecimentoe.  São muito importantes nos dias atuais, por que, com a tecnologia toda que existe, ficamos refém de tudo pronto instântaneo, e o manuseio do livro, folhá-lo, é um diferencial que essa tecnologia ainda não nos proporciona.

 

 Rafael de Abreu Fialho Silveira

Eu tenho bastantes livros e desde pequeno tenho por hábito a leitura, agora com meus 14 anos, eu vejo o quanto nós amadurecemos lendo e que além de expandir meu vocabulário, o pensamento vai além. É um hábito simples que enterte por horas, e muitas vezes me perco na leitura. Ela me faz viajar por outros mundos sem sair do lugar. Queria que as pessoas pudessem de alguma forma também, e quem ainda não teve a oportunidade de ler um livro por completo, desfrutar, tenho certeza de que quebraria um pouco desse “preconceito” que a tecnologia oferece, pois ficamos dependentes do celular, computadores, mais precisamente  da internet e não praticamos algo tão simples e benéfico para o intelecto: a leitura.

Gina  Margarete R. Gonçalves – Psicopedagoga e Coordenadora Pedagógica

Quando olhamos ao nosso redor, percebemos a quantidade de informações que vemos, e não podemos esquecer que as crianças precisam adquirir o hábito de interpretar estas informações. Com o incentivo à leitura, isto pode ocorrer. É o contato com o hábito de ler que desenvolvemos o nosso imaginário, e a capacidade de aprender a lidar com as diversas situações e emoções, desenvolvendo  toda a nossa criatividade. Ler é conhecimento, é ter acesso a tudo o que a humanidade já descobriu, é viajar pelo mundo sem sair do lugar.

  Ana Luiza Rodrigues Aspirot - Livraria Marco Zero 

Nossa função é oferecer o que há de melhor para leitura. Atendemos escolares, temos um prazer enorme de vender muitos livros para o público uruguaio que não se intimida com a língua portuguesa, temos orgulho de dizer que pessoas de Montevidéu nos procuram para fazer encomendas. Se não temos o livro em nossa livrari, podemos trazê-los em até dois dias.

É uma realidade hoje para todos, que a tecnologia está ocupando cada vez mais o passatempo do população, e por que não o trabalho também. Nossa função aqui mais que comercializar, é proporcionar um hábito saudável. Temos clientes que vêm desde pequenos comprar livros e hoje adolescentes não perderam o estímulo e em meio à internet eà modernização, não só leem mas incentivam seus amigos. Este estímulo é fruto de um amadurecimento, de um destaque intelectual que a própria leitura oferece.

José Cristiano Ruiz Zart

Sou um leitor fiel há décadas e me orgulho de cada livro que termino. Minha leitura diária evoluiu e hoje uso a tecnologia a meu favor. Há dois anos comprei meu “Kobo”, leitor virtual, onde faço download do livro que quiser. Muito prático, ele mostra  o quanto  em porcentagem e o tempo de leitura que já tenho daquele livro. Em sua memória, tenho mais de 30 livros. Muito bom para viajar, pois é do tamanho de um tablet e seu manuseio é muito fácil. Mesmo com essa tecnologia, não deixo de ler livros normalmente. O “kobo” não substitui o folhar e o ler no papel. Os tipos de livros que mais me atraem são biografias de pessoas que fizeram a diferença no mundo e de história brasileira, principalmente, da segunda metade do século passado.

  

Curiosidades literárias

Livro mais vendido do mês

A Culpa é das Estrelas – John Green 

A Culpa é das Estrelas narra o romance de dois adolescentes que se conhecem (e se apaixonam) em um Grupo de Apoio para Crianças com Câncer: Hazel, uma jovem de dezesseis anos que sobrevive graças a uma droga revolucionária que detém a metástase em seus pulmões, e Augustus Waters, de dezessete, ex-jogador de basquete que perdeu a perna para o osteosarcoma. Como Hazel, Gus é inteligente, tem ótimo senso de humor e gosta de brincar com os clichês do mundo do câncer – a principal arma dos dois para enfrentar a doença que lentamente drena a vida das pessoas.
Inspirador, corajoso, irreverente e brutal, A culpa é das Estrelas é a obra mais ambiciosa e emocionante de John Green, sobre a alegria e a tragédia que é viver e amar.

“O leitor que mais admiro é aquele que não chegou até a presente linha. Neste momento já interrompeu a leitura e está continuando a viagem por conta própria”. 

MÁRIO QUINTANA

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.