Permanece expectativa em torno da efetiva regulamentação do sistema

Parlamentares da bancada gaúcha no Congresso foram recebidos na Receita Federal nesta quarta-feira (9), onde trataram da regulamentação dos free shops com o subsecretário de Aduana e Relações Internacionais, Ernani Argolo Checcucci Filho.

O dirigente confirmou que o órgão já finalizou o estudo sobre o melhor modelo de exploração das lojas francas que deve ser implantado nas cidades-gêmeas. A Receita Federal considerou o regime uruguaio como o mais adequado para funcionar do lado brasileiro.

Presente ao encontro, o deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) disse que a decisão cabe agora ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, que tem a prerrogativa de acatar ou discordar da orientação da área técnica. “Nós tivemos a confirmação de que o texto da proposta já se encontra no gabinete do ministro para a assinatura da regulamentação. E os municípios tem uma grande expectativa. Acho que o modelo contempla vários aspectos, porque utiliza o comércio local, valoriza as empresas da comunidade para que sejam transformadas em free shops. E nós esperamos que a pressão seja concentrada em cima do próprio ministro para que ele anuncie o mais rápido possível”, destacou o parlamentar. A proposta chegou às mãos de Mantega ainda no mês de fevereiro.

 

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.