Grêmio bate Brasil-Pel por 2 a 1 e está na final do Gauchão

Time tricolor eliminou o Brasil de Pelotas em jogo único

O Grêmio não decepcionou os torcedores na noite desta quarta-feira. Em semifinal disputada na Arena, a equipe tricolor recebeu o Brasil de Pelotas, clube do interior gaúcho de melhor campanha durante a primeira fase do Estadual, e venceu por 2 a 1 – o resultado coloca o time do técnico Enderson Moreira na final do torneio, na qual aguarda o vencedor de Inter x Caxias, que se enfrentam ainda nesta quarta.

Nesta quarta, o clube da capital do Rio Grande do Sul teve trabalho nos primeiros instantes da partida, mas dominou a partida após sair na frente em gol que contou com a sorte. O Brasil de Pelotas, por sua vez, não conseguiu manter durante toda a partida o ritmo apresentado no início do confronto.

A equipe tricolor volta a campo pelo Campeonato Gaúcho já neste domingo, pela partida de ida da final da competição. O duelo de volta que decidirá o campeão gaúcho de 2014 está marcado apenas para 15 dias mais tarde, no dia 13 de abril.

Com o setor visitante lotado de “xavantes”, o Brasil de Pelotas se sentiu em casa e começou o duelo na Arena Grêmio de igual para igual com os donos da casa. A equipe tricolor passou a criar chances apenas após a primeira meia hora de partida – a primeira grande chance veio aos 36min, em chute de fora da área de Ramiro que deu trabalho ao goleiro adversário.

A abertura do placar na Arena Grêmio ocorreu ainda no primeiro tempo e contou com boa parcela de sorte. Luan lançou Dudu na grande área e o atacante bateu forte cruzado – a bola iria para fora, mas Fernando Cardozo tentou cortar e jogou contra o próprio patrimônio. O gol foi dado pela arbitragem a Dudu, que deixou a equipe da capital na frente.

Na volta para a etapa final, o Grêmio se soltou mais no confronto. O marcador foi ampliado logo aos 4min em rápida jogada do ataque gremista. Luan roubou a bola no campo ofensivo e avançou com liberdade para driblar o goleiro e empurrar para o gol vazio.

O Brasil de Pelotas ensaiou uma pressão e diminuiu aos 39min com Gustavo Papa, mas não conseguiu igualar o marcador – mesmo assim, saiu aplaudido pelos seus torcedores.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.