Fácil, Fácil

Com três gols de Barcos, Grêmio goleou o Juventude e enfrenta o Brasil, às 19h30 de quarta-feira

Jogadores abraçam Barcos (9) que marcou três gols e chegou a 11 no campeonato. Na quarta-feira, Tricolor recebe o Brasil, às 19h30

Grêmio não precisou forçar muito para garantir vaga na semifinal do Gauchão. Ontem, o time da capital contou com três gols de Barcos para vencer o Juventude por 3 a 0, na Arena. Agora, o adversário será o Brasil de Pelotas, na próxima quarta-feira, também em Porto Alegre.

O placar garantiu aos comandados de Enderson Moreira a segunda melhor campanha no geral, algo que assegura o direito de ter a semi em casa. O Brasil, por sua vez, chega à decisão após vencer o Novo Hamburgo no sábado pelo placar de 2 a 0.

O Grêmio saiu para decidir o jogo logo no começo. Foram 9 minutos de pressão absoluta até o primeiro gol. Um cruzamento bem feito por Pará, da direita, acabou na cabeça de Barcos e teve fim na rede. Antes dos 10 o time local já vencia o jogo.

E o gol não simbolizou recuo. Os comandados de Enderson Moreira, que optou por manter a formação com três volantes, seguiram em cima. Aos 12 Luan driblou seu marcador e cruzou. Dudu não alcançou no primeiro lance mas foi atrás da bola e rolou para Wendell. O lateral bateu forte por cima do gol defendido por Fernando.

Atordoado, o Juventude mal conseguiu respirar no jogo. Não houve nenhuma chegada mais forte nas ações iniciais de jogo. Pelo contrário, o time da serra sequer trocou passes no campo gremista.

A primeira chegada do Ju foi aos 28 minutos. Yann driblou dois marcadores, entrou na área e chutou rasteiro. A bola foi para fora da meta defendida por Marcelo Grohe.

Aos poucos as oportunidades se tornaram raras e o Grêmio pisou no freio. O Ju cresceu, mas ainda passou longe de estar perto de empatar. O 1 a 0 foi tudo na etapa inicial da partida.

O segundo tempo começou movimentado. Grêmio e Juventude estiveram perto de marcar, mas pararam nas defesas rivais. Aos 6, Barcos foi lançado por Luan e chutou cruzado para fora.

O Juventude ensaiou igualar as forças. Mas aos 11 do segundo tempo viu seu esforço ir por água abaixo. Wendell sofreu pênalti após grande jogada de Dudu. Barcos marcou o segundo gremista e sepultou o ímpeto rival.

O Grêmio seguiu insistindo. Aos 23, Dudu driblou da esquerda para o meio e bateu forte obrigando Fernando a uma difícil defesa com os pés. E aos 27 em vez de bater ele preferiu servir Barcos. O Pirata ainda driblou o goleiro antes de colocar na rede seu terceiro gol.

O Tricolor quase fez mais. Alán Ruiz entrou muito bem e quase fez aos 41. Mas não conseguiu. O 3 a 0 manteve a boa fase e garantiu o avanço do Grêmio.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.