A obrigatoriedade do Simulador nas autoescolas

Nova regra vale para quem for tirar Habilitação na categoria B, a partir deste ano

Autoescolas já começaram a adquirir o equipamento, que estará disponível no fim de janeiro.

Desde o dia 1º de janeiro, os alunos de autoescolas que irão tirar Carteira de Habilitação na categoria B terão que usar um simulador de direção antes das aulas práticas, conforme resolução do Conselho Nacional de Trânsito. Pela nova regra, após as aulas teóricas, os alunos deverão ter cinco horas de treinamento obrigatório com o simulador para, depois, começarem as aulas de direção nas ruas.

Sandra Badra, diretora de ensino do CFC Santanense

Sandra Badra, diretora de ensino do CFC Santanense, destaca que com a nova regra, o candidato terá um ganho muito grande na instrução. “O candidato vai ter um conhecimento muito maior. Nós estamos preparados para que os alunos cheguem sem saber dirigir, mas agora, tendo um contato com o simulador, ele chega às aulas práticas com uma noção muito maior”. A diretora ainda salienta que o CFC já adquiriu o simulador, e que as aulas no novo equipamento serão iniciadas no fim de janeiro.

O uso do simulador vai ser obrigatório apenas para quem for começar o processo de Habilitação na categoria B. A exigência é que o aluno faça pelo menos cinco aulas com o equipamento. Com isso, tirar carteira de motorista deve ficar mais caro. Na cidade, o preço de cada aula no aparelho custa R$ 47,06. Cada aula tem 30 minutos de duração e simulará situações que nem sempre acontecerão nas aulas práticas, como chuva, neblina e alto e baixo trânsito nas vias.

Modelo de simulador, obrigatório desde o início do ano em todo o Brasil

Estudos divulgados pelo NCI-National Center Injury, dos Estados Unidos, indicam que o uso do simulador pode reduzir em até 50% o número de acidentes nos primeiros 24 meses de habilitação. No Brasil, o protótipo do modelo de simulador de direção foi desenvolvido a partir de um estudo feito na UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina), que comprovou que os caminhoneiros que tiveram aulas com o uso do equipamento provocaram menos acidentes após obtenção da CNH do que aqueles que não fizeram uso do simulador.

Há a previsão de que, em breve, um simulador seja exigência também para as demais categorias.

 

 

 

.

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.