Zé Roberto rechaça desentendimento e nega acerto para deixar o Grêmio

Meia afirmou que entende porque não está sendo utilizado e que é adepto do conceito de ‘dar a outra face’. Após o jogo, Renato disse que vai escalar o jogador quando o achar ‘útil’

Zé Roberto concedeu entrevista no aeroporto

Zé Roberto não é titular há algum tempo. Sequer é opção durante o segundo tempo. E continua sendo assunto – até por conta disso. O camisa 10 do Grêmio nega que tenha tido qualquer tipo de desentendimento com o técnico Renato Gaúcho, e cita ensinamentos de Jesus Cristo. Além disso, afirmou que não tem conversas para deixar o clube gaúcho e que isso é apenas para tirar o foco.

O jogador foi o mais assediado no desembarque do clube gaúcho após a derrota por 1 a 0 para o Atlético-PR, na Copa do Brasil. Após as declarações de Renato Gaúcho, afirmando que o meia está integrado ao elenco e que vai utilizá-lo “quando achar que ele é útil”, todos queriam ouvir o camisa 10 gremista.

“Claro que entendo, poxa. Não estou sendo chamado por uma opção do treinador. Sou profissional e tenho que respeitá-lo. Mas não impede de estar focado, nem traz nenhum desconforto. O que tem que ser valorizado é o momento que o Grêmio vive, no G4, com uma decisão antecipada na semana que vem. ”, disse Zé Roberto.

Na mesma resposta, o meia negou uma informação dada após o jogo contra os paranaenses, de que Zé Roberto teria tido uma conversa com o treinador gremista e dito que não estaria no clube em 2014. Por isso, passou a ser menos utilizado.

“A gente fica chateado com algumas notícias que acabam saindo. Ontem, saiu uma que me deixou chateado, que eu tinha tido conversa com o Renato, que estava negociando com algum time ou algo assim. Estou indo ao 21° ano como profissional e nunca deixei sombra do meu profissionalismo por onde passei. Fico chateado por essas coisas, tentando tirar o foco do bom momento. Somos 3° no Brasileiro, prestes a disputar uma final antecipada, e muitas pessoas querem tirar o foco”, esclareceu.

Ao fim da entrevista, ao ser perguntado se teve algum desentendimento com o técnico, foi enfático: não tem problemas nem com quem “teria motivos para ter”.

 

Notícias Relacionadas

Os comentários são moderados. Para serem aceitos o cadastro do usuário deve estar completo. Não serão publicados textos ofensivos. A empresa jornalística não se responsabiliza pelas manifestações dos internautas.

Deixe uma resposta

Você deve estar Logando para postar um comentário.